quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Sonhos do Éd #18 - Faroeste com Antônio Fagundes







Este sonho foi sonhado no ano de 2007, muito provavelmente no segundo semestre. Eu nunca anotei esse sonho, e nem me lembraria dele se não fosse um cara que volta e meia comenta esse sonho (falei com o mesmo sobre o sonho, no mesmo dia em que foi sonhado). Esse cara, que não vou citar o nome aqui, nunca falou abertamente, mas já deixou subliminarmente entendido que admira muito o Antônio Fagundes, por isso ficou marcado pelo relato que fiz.

Eu fazia uma mini-série com o Antônio Fagundes. O meu sonho era o primeiro capítulo da mini-série (ou minissérie ?) e tudo se passou em poucos segundos, durante os créditos iniciais. A história se passava num ambiente de faroeste, e estávamos vestidos como cowboys. Estávamos em uma pequena vila para investigar uma série de assassinatos. Eu estava sentado em uma sombra, com o meu cavalo do lado, comendo frutas que estavam mergulhadas no recipiente onde o cavalo bebia água. Se não me falha a memória as frutas eram carambolas, e estavam mergulhadas ali para ficarem fresquinhas e doces (e realmente estavam). A poucos metros dali onde eu estava descansando (parecia ser depois do almoço) corria um pequeno riacho, que deixava a localidade com uma aparência ainda mais interiorana.

Antônio Fagundes surge então a cavalo e me fala algo que não lembro, mas era um sinal para irmos trabalhar. Tudo isso foi transmitido enquanto eram apresentados os créditos na tela, e eu levantei quando finalmente foi mostrado o título da minissérie (ou mini-série ?), que foi anunciado com uma voz parecida com aquela que dizia nos filmes: "Versão Brasileira, Herbert Richers...". Mas o nome da série eu vou ficar devendo.






Cursos 24 Horas

Cursos On line




Cursos Online


2 comentários:

Dhu-Dhu-Gaum disse...

essuAposto que o cara que admira o Tony Fagundes é um barbudinhu...

Anônimo disse...

hihihi