sábado, 7 de abril de 2012

Sonhos do Éd #27 - His(es)tórias do Éd #3

Não sei se essa postagem é um sonho ou uma His(es)tória do Éd... Por via das dúvidas, decidi publicar esta postagem híbrida.

Hoje à noite sonhei que eu estava fazendo compras em um mercado, misto de Baklizi (da rua Gen. Canabarro em Uruguaiana) e o antigo Fronteira (São Borja). Lá pelas tantas (depois de rodar por todo o mercado), resolvi ir dar uma olhada nos bolos, só que no meio do caminho resolvi mudar de idéia e fui pegar um pão. Nesse caminho, ainda passei por uma promoção nos refrigerantes: 2 garrafas pet de 600ml com um pão de formato de panettone (sem embalagem nenhuma) por R$ 9 e uns quebrados. Bem no fim acho que não peguei pão nenhum, mas vi um trabalhador levando o seu pão d'água "para as crianças".

Neste momento, aconteceu algo incrível. Eu comecei a pensar como se fosse eu mesmo, no sonho. Aí então que este post passa de sonho para uma His(es)tória:

Quando eu era criança, eu tinha vontade de mudar o mundo. Ainda tenho, na verdade. A primeira coisa que decidi que faria para mudar o mundo foi que eu seria um adulto que tomaria café da manhã e comeria doces. 

Digo isso porque cresci em um meio onde adultos raramente comiam doces e nunca tomavam café da manhã. Nesse mundo incrivelmente chato dos adultos, o pão e o leite eram apenas para as crianças, assim como escovar os dentes. E isso tudo, lá na minha distante (mas nem tanto) infância, me parecia uma tremenda chatice. Ainda hoje, já do lado de cá, continuo achando estranho esse hábito, e tenho me esforçado bastante para mudar o mundo (pelo menos nesse sentido). 

Interessante notar que esse pensamento começou no sonho, então fui gradualmente acordando, enquanto desenvolvia o raciocínio. Levantei, tomei meu café e vim escrever o texto. Mudar o mundo não é tarefa fácil.

Nenhum comentário: